Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Trump tem "coisas severas" em mente para responder ao "comportamento muito, muito mau" da Coreia do Norte

Mundo

Scott Olson/ Getty Images

Com a expressividade verbal que o caracteriza, o Presidente americano pede a todos os países que respondam à Coreia do Norte, que testou esta semana um míssil intercontinental

Donald Trump quer todos a "confrontar a ameaça global" que considera ser o plano nuclear de Pyongyang, depois do teste, esta semana, de um míssil balístico intercontinental.

"Peço a todas as nações que confrontem esta ameaça global e demonstrem publicamente à Coreia do Norte que o seu comportamento muito, muito mau tem consequências", apelou Trump, numa conferência de imprensa conjunta com o presidente polaco, em Varsóvia.

Quanto aos Estados Unidos, Donald Trump diz que estão a pensar em "coisas bastante severas", mas acrescenta que "isso não significa que as levarão a cabo.

A Coreia do Norte anunciou esta semana o lançamento de míssil Hwasong-14, alegadamente capaz de alcançar território norte-americano, apesar de o comando das forças norte-americanas para o Pacífico se ter apressado a garantir que se tratou do lançamento de um míssil de médio alcance que não constitui uma ameaça para a América do Norte.

Logo na terça-feira,Trump reagiu no Twitter: "Será que este homem [o líder Kim Jong-Un] não tem nada melhor para fazer na vida?"