Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

18 mortos confirmados em acidente com autocarro na Alemanha

Mundo

Stringer .

A polícia do estado da Baviera, no sul da Alemanha, confirmou que estão mortas as 18 pessoas que tinham sido dadas como desaparecidas na sequência de um acidente rodoviário ocorrido hoje naquela região

Um autocarro, com 46 turistas idosos e dois condutores, chocou com um camião pouco depois das 07:00 locais (06:00 em Lisboa) e incendiou-se numa autoestrada perto de Munchberg (no estado da Baviera), não muito longe da fronteira com a República Checa.

O acidente bloqueou a autoestrada A9 nos dois sentidos. Os turistas vinham da região da Saxónia, no leste da Alemanha.

Outras 30 pessoas ficaram feridas no acidente, incluindo duas que estão em estado crítico.

A polícia precisou que as pessoas que integravam o grupo envolvido no acidente tinham idades compreendidas entre os 41 e os 81 anos.

Poucas horas depois do acidente, o porta-voz da chanceler alemã, Steffen Seibert, afirmou que Angela Merkel "estava chocada" com os acontecimentos.

"O calor era tal (...) que só a estrutura de aço é reconhecível. Podem imaginar o que isso significa para os passageiros que estavam naquele autocarro", disse o ministro, numa altura em que as informações disponibilizadas sobre o acidente dão conta de 30 feridos, dos quais dois estão em estado crítico.

Um autocarro, com 46 turistas idosos e dois condutores, chocou hoje com um camião pouco depois das 07:00 locais (06:00 em Lisboa) e incendiou-se perto de Munchberg, não muito longe da fronteira checa, bloqueando a autoestrada A9 nos dois sentidos.

Os turistas vinham da região da Saxónia, no leste da Alemanha, precisou a polícia.

Mais de 200 pessoas foram mobilizadas para o socorro do acidente, encontrando-se no local peritos forenses e elementos da polícia criminal que procuraram desencarcerar e identificar corpos junto à carcaça enegrecida do veículo.

Contactado pela Lusa, o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro, afirmou que "não haverá" portugueses entre as vítimas deste acidente rodoviário.

O mesmo representante precisou que se tratava de uma "excursão de idosos que estavam a viajar de uma cidade para outra na jurisdição de Estugarda".