Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Todas as vítimas de atentado terrorista em Londres são muçulmanas

Mundo

Neil Hall/ Reuters

Uma carrinha atropelou esta madrugada vários peões junto a uma mesquita em Londres, fazendo um morto e dez feridos

"Todas as vítimas fazem parte da comunidade muçulmana", disse Neil Basu, subcomandante da Scotland Yard, numa conferência de imprensa na capital britânica, esclarecendo que a polícia considera ter-se tratado de um atentado terrorista, atendendo ao método utilizado, e precisando que não foi ainda determinado se a morte de um homem no local está ou não ligada ao ataque.

O mesmo responsável revelou que, de momento, a polícia acredita que o ataque junto à mesquita de Finsbury Park, no norte de Londres, foi levado a cabo por apenas um homem, que conduziu uma carrinha contra um grupo de fiéis que abandonavam o local de culto, depois de finalizar as suas orações.

O condutor da viatura, um homem de 48 anos, cuja identidade não foi divulgada, foi detido no local depois de ter sido retido pela multidão.

O homem foi transferido para um hospital como medida de precaução.

O secretário-geral do Conselho Muçulmano Britânico (MCB, na sigla em inglês), Harun Khan, afirmou que o atropelamento, ocorrido depois das orações do Ramadão, foi intencional.

Testemunhas citadas pelos 'media' também indicaram que a carrinha branca investiu contra um grupo de fiéis de propósito.

com Lusa