Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Erdogan fala em "decisão histórica" e pede "respeito pelo resultado"

Mundo

Reuters

O Presidente turco Recep Tayyip Erdogan descreveu a vitória do "sim" no referendo de hoje como uma "decisão histórica" e pediu aos países estrangeiros para "respeitarem o resultado"

Erdogan considerou que os resultados oficiais demonstram que o referendo destinado a reforçar os poderes presidenciais venceu com uma margem de 1,3 milhões de votos, com uma taxa de participação "de 86 por cento".

O Presidente turco assumiu um tom conciliatório em declarações aos jornalistas em Istambul, numa referência aos resultados do referendo que hoje decorreu no país euroasiático.

No entanto, avisou os críticos que "menosprezam" o resultado da consulta "que não o devem fazer, porque será em vão".

O Presidente turco agradeceu aos eleitores, independentemente da sua opção de voto.

As principais forças da oposição já denunciaram uma fraude eleitoral e prometeram contestar os resultados que apontavam para uma vitória do "sim" com 51,35%, quando estavam contados 99,17% dos votos.

Numa referência à reintrodução da pena de morte, um tema que regressou à atualidade política turca na sequência do sangrento e fracassado golpe de Estado de julho de 2016, considerou que a questão "deverá ser discutida" com os líderes políticos do país, e eventualmente necessitar de um referendo.