Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Michelle e Barack Obama assinaram acordo milionário com editora

Mundo

© Larry Downing / Reuters

Os anos passados na Casa Branca serão o foco dos próximos dois livros dos Obama

O antigo presidente dos EUA Barack Obama e a sua esposa, Michelle, assinaram um acordo com o grande grupo de editoras Penguin Random House de mais de 60 milhões de dólares (cerca de 56 milhões de euros), um valor recorde para livros de memórias presidenciais.

De acordo com um comunicado da editora consultado pela BBC, o acordo com o casal Obama abrange direitos de comunicação a nível mundial. No contrato estão contemplados dois livros, um escrito por Barack, outro por Michelle.

"Com as suas palavras e liderança, eles mudaram o mundo e, todos os dias, com os livros que publicamos na Penguin Random House, esforçamo-nos por fazer o mesmo", referiu Markus Dohle, CEO da empresa.

"Agora, estamos muito ansiosos por trabalhar com o casal Obama e por tornar cada um dos seus livros acontecimentos de um alcance e significado sem precedentes, a nível global", acrescentou.

O The Guardian diz ainda que Barack e Michelle pretendem doar uma "porção significativa" dos lucros que conseguirem para caridade, nomeadamente para a Fundação Obama, e que se espera que o livro de Barack Obama atraia um número recorde de leitores – até agora, o recorde pertence a Bill Clinton, com o livro "My Life".

Já não é a primeira vez que os antigos presidente e primeira-dama publicam livros com a Penguin Random House, que ainda não revelou qual será a divisão do grupo que estará a cargo da impressão dos livros.

Barack Obama é autor dos bestsellers Dreams from My Father e The Audacity of Hope e Michelle Obama de American Grown.