Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Trump retira o Iraque da lista mas insiste em novo decreto a impedir entrada de estrangeiros

Mundo

© Carlos Barria / Reuters

Presidente americano assinou novo decreto sobre imigração, no qual retira o Iraque da lista de países visados

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assinou esta segunda-feira uma nova versão do controverso decreto sobre imigração que foi bloqueado pela justiça americana e decidiu retirar o Iraque da lista de países visados.

Na nova versão do decreto, que visa impedir a entrada de cidadãos de certos países nos Estados Unidos, são agora referenciados seis países de maioria muçulmana: Irão, Líbia, Somália, Sudão, Síria e Iémen.

As pessoas com autorização de residência, que detém os conhecidos 'green card', e os titulares de vistos estão explicitamente protegidos e podem continuar a viajar para os Estados Unidos, assegurou a administração norte-americana.

Trump mantém o congelamento da entrada por 120 dias para os refugiados à exceção dos que já tenham, à data, autorização de entrada no país.

O novo decreto entra em vigor a 16 de março, por 90 dias, segundo os documentos publicados pelo Departamento de Segurança Interna norte-americano.