Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Para o presidente do júri do World Press Photo, "esta imagem de terror não deveria ser a fotografia do ano"

Mundo

A foto escolhida pelo júri do prémio internacional mostra o polícia turco de pé, ao lado do corpo do embaixador Andrei Karlov, após o assassinato

© Handout . / Reuters

O presidente do júri do concurso World Press Photo 2017, Stuart Franklin, revelou hoje que votou contra a imagem do assassinato do embaixador russo na Turquia captada pelo fotógrafo turco Burhan Ozbilici.

"Esta imagem de terror não deveria ser a fotografia do ano. Eu votei contra", afirma o presidente do concurso internacional num artigo de opinião publicado hoje na edição ´online´ do jornal britânico The Guardian.

A foto escolhida pelo júri do prémio internacional mostra o polícia turco de pé, ao lado do corpo do embaixador Andrei Karlov, após o assassinato, que ocorreu durante um discurso, na inauguração de uma exposição de arte na capital da Turquia.

A imagem, captada por Burhan Ozbilici, fotógrafo da Associated Press, faz parte de uma série intitulada "An Assassination in Turkey" ("Um assassinato na Turquia"), que também conquistou o World Press Photo na categoria "Spot News - Stories".

No artigo de opinião publicado pelo The Guardian, Stuart Franklin admite que a fotografia de Burhan Ozbilici "tem impacto, sem dúvida", e ele era favorável que vencesse na categoria de "Spot News - Stories", mas não para foto do ano.

"É a imagem de um assassinato, com o assassino e o morto, ambos na mesma fotografia, e moralmente é tão problemático como publicar um terrorista a decapitar a vítima", sustenta o presidente do júri.

"Colocar esta fotografia num pedestal tão alto é um convite àqueles que contemplam a espetacularidade destes palcos: reafirma a associação do martírio e publicidade", considera ainda.

Franklin elogia o trabalho do fotógrafo turco e considera que merece reconhecimento, mas recorda que o debate sobre esta questão não é novo e que o seu voto contra foi por recear que os grandes prémios amplifiquem as mensagens de terroristas pela publicidade adicional.

É a terceira vez que a cobertura de um assassinato vence o concurso World Press Photo, sendo a mais conhecida, a da morte de um suspeito guerrilheiro Vietcong, captada por Eddie Adams em 1968.

A imagem vencedora deste ano foi escolhida entre 80.408 fotografias submetidas a competição por 5.034 fotógrafos de 125 países e o júri premiou 45 fotógrafos de 25 países, em oito categorias.

VEJA AQUI TODAS AS FOTOS PREMIADAS

1 / 46

© Handout . / Reuters

Primeiro na Categoria Temas Contemporâneo, da autoria do americano Jonathan Bachman. A ativista Leshia Evans enfrenta sozinha e sem resistência a polícia durante os protestos contra a brutalidade policial em Baton Rouge, no Louisiana, em julho de 2016.
2 / 46

Primeiro na Categoria Temas Contemporâneo, da autoria do americano Jonathan Bachman. A ativista Leshia Evans enfrenta sozinha e sem resistência a polícia durante os protestos contra a brutalidade policial em Baton Rouge, no Louisiana, em julho de 2016.

© Jonathan Bachman / Reuters

Segundo lugar em Temas Contemporâneos, pelo fotógrafo Vadim Ghirda. Refugiados atravessam o rio na tentativa de entrar na Macedónia e de escapar ao superlotado campo de refugiados na fronteira com a Grécia.
3 / 46

Segundo lugar em Temas Contemporâneos, pelo fotógrafo Vadim Ghirda. Refugiados atravessam o rio na tentativa de entrar na Macedónia e de escapar ao superlotado campo de refugiados na fronteira com a Grécia.

© Handout . / Reuters

Temas Contemporâneos, terceiro classificado. Foto do alemão Daniel Etter, retrata duas mulheres nigerianas, que fugiram à violência para a Líbia e que acabam num campo de detenção de refugiados em Surman, onde continuam a sofrer de maus-tratos e violência sexual.
4 / 46

Temas Contemporâneos, terceiro classificado. Foto do alemão Daniel Etter, retrata duas mulheres nigerianas, que fugiram à violência para a Líbia e que acabam num campo de detenção de refugiados em Surman, onde continuam a sofrer de maus-tratos e violência sexual.

© Handout . / Reuters

Primeiro classificado na categoria Fotorreportagem em Temas Contemporâneos. Confrontos durante os protestos dos membros da tribo Sioux de Standing Rock contra a construção de um pipeline no Dakota do Norte, captada em Dezemvbro de 2016, pelo repórter fotográfico canadiano Amber Bracken
5 / 46

Primeiro classificado na categoria Fotorreportagem em Temas Contemporâneos. Confrontos durante os protestos dos membros da tribo Sioux de Standing Rock contra a construção de um pipeline no Dakota do Norte, captada em Dezemvbro de 2016, pelo repórter fotográfico canadiano Amber Bracken

© Handout . / Reuters

O segundo lugar em Fotorreportagem em Temas Contemporâneos mostra uma família vítima do vírus zika, no Brasil. Da autoria do brasileiro Lalo de Almeida
6 / 46

O segundo lugar em Fotorreportagem em Temas Contemporâneos mostra uma família vítima do vírus zika, no Brasil. Da autoria do brasileiro Lalo de Almeida

© Handout . / Reuters

Fotorreportagem em Temas Contemporâneos, terceiro lugar. O argentino Peter Bauza captou a vida de cerca de 300 famílias em edifícios inacabados e ocupados nos arredores do Rio Janeiro.
7 / 46

Fotorreportagem em Temas Contemporâneos, terceiro lugar. O argentino Peter Bauza captou a vida de cerca de 300 famílias em edifícios inacabados e ocupados nos arredores do Rio Janeiro.

© Handout . / Reuters

Primeiro lugar na categoria Vida Quotidiana. A fotógrafa tailandesa Paula Bronstein retrata "as vítimas silenciosas da guerra esquecida". Uma mãe, Najiba, ampara o seu sobrinho Shabir, de dois anos, vítima de uma explosão de bomba em Kabul, no Afeganistão.
8 / 46

Primeiro lugar na categoria Vida Quotidiana. A fotógrafa tailandesa Paula Bronstein retrata "as vítimas silenciosas da guerra esquecida". Uma mãe, Najiba, ampara o seu sobrinho Shabir, de dois anos, vítima de uma explosão de bomba em Kabul, no Afeganistão.

© Handout . / Reuters

Vida quotidiana, segundo lugar: Alunas da escola de ginástica de Xuzhou, na China, retratadas por Tiejun Wang
9 / 46

Vida quotidiana, segundo lugar: Alunas da escola de ginástica de Xuzhou, na China, retratadas por Tiejun Wang

© Handout . / Reuters

Primeiro lugar na categoria de Fotorreportagem de Vida Quotidiana. O chileno Tomás Munita retratou os cubanos ao longo do cortejo fúnebre de Fidel Castro
10 / 46

Primeiro lugar na categoria de Fotorreportagem de Vida Quotidiana. O chileno Tomás Munita retratou os cubanos ao longo do cortejo fúnebre de Fidel Castro

© Handout . / Reuters

Terceiro lugar na Vida Quotidiana, por Matthieu Paley, que fotografou esta mulher da minoria muçulmana chinesa Uyghur, durante a mais longa viagem de comboio do mundo, os 4.683 quilómetros que ligam Hong Kong a Urumqui.
11 / 46

Terceiro lugar na Vida Quotidiana, por Matthieu Paley, que fotografou esta mulher da minoria muçulmana chinesa Uyghur, durante a mais longa viagem de comboio do mundo, os 4.683 quilómetros que ligam Hong Kong a Urumqui.

© Handout . / Reuters

Fotorreportagem de Vida Quotidiana, segundo lugar. A russa Elena Anasova retratou a vida na pequena aldeia nos confins do norte da Rússia, a trezentos quilómetros da cidade mais próxima.
12 / 46

Fotorreportagem de Vida Quotidiana, segundo lugar. A russa Elena Anasova retratou a vida na pequena aldeia nos confins do norte da Rússia, a trezentos quilómetros da cidade mais próxima.

© Handout . / Reuters

Fotorreportagem de Vida Quotidiana, terceiro lugar. O italiano Francesco Comello conta em imagens a vida na Ilha da Salvação, escola e comunidade fundada por um padre ortodoxo na estrada entre Moscovo e Yaroslav, na Rússia, onde vivem 300 rapazes e raparigas necessitados.
13 / 46

Fotorreportagem de Vida Quotidiana, terceiro lugar. O italiano Francesco Comello conta em imagens a vida na Ilha da Salvação, escola e comunidade fundada por um padre ortodoxo na estrada entre Moscovo e Yaroslav, na Rússia, onde vivem 300 rapazes e raparigas necessitados.

© Handout . / Reuters

Primeiro lugar na Categoria Notícias em Geral, do francês Laurent Van der Stockt. Menina iraquiana assustada durante uma busca das Forças Especiais iraquiana em Mosul, na procura de membros do Daesh, em Novembro de 2016
14 / 46

Primeiro lugar na Categoria Notícias em Geral, do francês Laurent Van der Stockt. Menina iraquiana assustada durante uma busca das Forças Especiais iraquiana em Mosul, na procura de membros do Daesh, em Novembro de 2016

© Handout . / Reuters

Segundo lugar na categoria Notícias em Geral. O espanhol Santi Palácios captou esta menina nigeriana de 11 anos, que chora ao lado do seu irmão de 10, a morte da sua mãe, na Líbia. Imagem captada a bordo de um barco de salvamento no Mediterrâneo.
15 / 46

Segundo lugar na categoria Notícias em Geral. O espanhol Santi Palácios captou esta menina nigeriana de 11 anos, que chora ao lado do seu irmão de 10, a morte da sua mãe, na Líbia. Imagem captada a bordo de um barco de salvamento no Mediterrâneo.

© Handout . / Reuters

Terceiro posto em Notícias em Geral. Por dentro da prisão mais sobrelotada de Manila, Filipinas, pela lente de Noel Celis
16 / 46

Terceiro posto em Notícias em Geral. Por dentro da prisão mais sobrelotada de Manila, Filipinas, pela lente de Noel Celis

© Handout . / Reuters

Primeiro lugar nas Fotorreportagens da categoria de Notícias em Geral. O fotógrafo australiano baseado no México retratou a brutal campanha anti tráfico de droga lançada nas Filipinas pelo presidente Rodrigo Duterte que, desde junho de 2016, já tirou a vida a mais de 200o pessoas, às mãos da Polícia Nacional.
17 / 46

Primeiro lugar nas Fotorreportagens da categoria de Notícias em Geral. O fotógrafo australiano baseado no México retratou a brutal campanha anti tráfico de droga lançada nas Filipinas pelo presidente Rodrigo Duterte que, desde junho de 2016, já tirou a vida a mais de 200o pessoas, às mãos da Polícia Nacional.

© Handout . / Reuters

Segunda Fotorreportagem classificada na categoria Notícias em Geral, do russo Sergey Ponomarev, sobre a guerra entre as forças iraquianas e o Daseh, em Mosul, no Iraque
18 / 46

Segunda Fotorreportagem classificada na categoria Notícias em Geral, do russo Sergey Ponomarev, sobre a guerra entre as forças iraquianas e o Daseh, em Mosul, no Iraque

© Handout . / Reuters

Tercerio lugar em Fotorreportagem na categoria de Notícias em Geral. Forças líbias avançam sobre posições do Estado Islâmico em Al Jiza. Trabalho do italiano Alessio Romenzi
19 / 46

Tercerio lugar em Fotorreportagem na categoria de Notícias em Geral. Forças líbias avançam sobre posições do Estado Islâmico em Al Jiza. Trabalho do italiano Alessio Romenzi

© Handout . / Reuters

Primero prémio de Fotorreportagem de Longa Duração: Valery Melnikov fotografou as vítimas civis do conflito ucraniano, na região de Donbass.
20 / 46

Primero prémio de Fotorreportagem de Longa Duração: Valery Melnikov fotografou as vítimas civis do conflito ucraniano, na região de Donbass.

© Handout . / Reuters

Segunda classificada em Fotorreportagem de Longa Duração, por Hossein Fatemi, dos Estados Unidos, que retratou as festas proibidas entre jovens homems e mulheres em Teerão
21 / 46

Segunda classificada em Fotorreportagem de Longa Duração, por Hossein Fatemi, dos Estados Unidos, que retratou as festas proibidas entre jovens homems e mulheres em Teerão

© Handout . / Reuters

O terceiro lugar na categoria de Fotorreportagem de Longa Duração foi para o finlanês Markus Jokela, que retratou, entre 1992 e 2016, a comunidade rural de Table Rock, no Nebraska, Estados Unidos.
22 / 46

O terceiro lugar na categoria de Fotorreportagem de Longa Duração foi para o finlanês Markus Jokela, que retratou, entre 1992 e 2016, a comunidade rural de Table Rock, no Nebraska, Estados Unidos.

© Handout . / Reuters

Foto de Francis Pérez, Espanha, venceu o primeiro prémio da categoria Natureza. Mostra uma tartaruga envolvida por restos de redes ao largo da costa de Tenerife
23 / 46

Foto de Francis Pérez, Espanha, venceu o primeiro prémio da categoria Natureza. Mostra uma tartaruga envolvida por restos de redes ao largo da costa de Tenerife

© Handout . / Reuters

Foto de Nayan Khanolkar, Índia, ficou em segundo lugar na categoria de Natureza. Leopardo vageia pelo Parque Nacional Sanjay Gandhi, a norte de Mumbai
24 / 46

Foto de Nayan Khanolkar, Índia, ficou em segundo lugar na categoria de Natureza. Leopardo vageia pelo Parque Nacional Sanjay Gandhi, a norte de Mumbai

© Handout . / Reuters

Foto do mexicano Jaime Rojo, terceiro lugar na categoria Natureza. "Tapete" de borboletas-monarcas, no Santuário das Borboletas de El Rosário, no México.
25 / 46

Foto do mexicano Jaime Rojo, terceiro lugar na categoria Natureza. "Tapete" de borboletas-monarcas, no Santuário das Borboletas de El Rosário, no México.

© Handout . / Reuters

Primeiro prémio na categoria de Fotorreportagem Natureza, da autoria de Brent Stirton, África do Sul. A reportagem retrata a captura ilegal de cornos de rinoceronte, na reserva Hluhluwe Umfolozi, na África do Sul.
26 / 46

Primeiro prémio na categoria de Fotorreportagem Natureza, da autoria de Brent Stirton, África do Sul. A reportagem retrata a captura ilegal de cornos de rinoceronte, na reserva Hluhluwe Umfolozi, na África do Sul.

© Handout . / Reuters

Segundo lugar na categoria de Fotorreportagem Natureza, da autoria da americacana Ami Vitale. Mostra a Reserva Natural de Walong, na China, para a prevervação e criação de pandas selvagens.
27 / 46

Segundo lugar na categoria de Fotorreportagem Natureza, da autoria da americacana Ami Vitale. Mostra a Reserva Natural de Walong, na China, para a prevervação e criação de pandas selvagens.

© Handout . / Reuters

Terceiro lugar na categoria Fotorreportagem Natureza, da autoria de Bence Máté, da Hungria.
28 / 46

Terceiro lugar na categoria Fotorreportagem Natureza, da autoria de Bence Máté, da Hungria.

© Handout . / Reuters

Primero prémio na categoria Pessoas, da autoria de Magnus Wennman, da Suécia. "O que o ISIS deixou para trás", mostra a pequena Maha, de cinco anos, fotografada num campo de refugiados, depois de ter sido obrigada a fugir com a família de Mosul, no Iraque.
29 / 46

Primero prémio na categoria Pessoas, da autoria de Magnus Wennman, da Suécia. "O que o ISIS deixou para trás", mostra a pequena Maha, de cinco anos, fotografada num campo de refugiados, depois de ter sido obrigada a fugir com a família de Mosul, no Iraque.

© Handout . / Reuters

Segundo prémio na categoria de Pessoas, da autoria de Robin Hammond, na Nova Zelândia. Imagem mostra Hellen, mulher africana, que sofre de problemas mentais que se desenvolveram numa fase tardia da sua vida.
30 / 46

Segundo prémio na categoria de Pessoas, da autoria de Robin Hammond, na Nova Zelândia. Imagem mostra Hellen, mulher africana, que sofre de problemas mentais que se desenvolveram numa fase tardia da sua vida.

© Handout . / Reuters

Terceiro lugar na categoria de PEssoas, da autoria de Kristina Kormilitsyna, da Rússia. Mãe e filha cubanas, num sofá, sob a imagem de Fidel Castro.
31 / 46

Terceiro lugar na categoria de PEssoas, da autoria de Kristina Kormilitsyna, da Rússia. Mãe e filha cubanas, num sofá, sob a imagem de Fidel Castro.

© Handout . / Reuters

Primeiro prémio de Forreportagem na categoria de Pessoas, da autoria de Michael Vince Kim, do Reino Unido. Descendentes da comunidade coreano-maia, cuja origem remonta ao início do século XX, quando mais de mil jovens coreanos que chegaram à provícia do Yucatan, no México, induzidos por falsas promessas de prosperidade, acabaram obrigados a trabalhar como escravos. Muitos acabaram por casar com mulheres de origem maia.
32 / 46

Primeiro prémio de Forreportagem na categoria de Pessoas, da autoria de Michael Vince Kim, do Reino Unido. Descendentes da comunidade coreano-maia, cuja origem remonta ao início do século XX, quando mais de mil jovens coreanos que chegaram à provícia do Yucatan, no México, induzidos por falsas promessas de prosperidade, acabaram obrigados a trabalhar como escravos. Muitos acabaram por casar com mulheres de origem maia.

© Handout . / Reuters

Segundo classificado na categoria Fotorreportagem Pessoas, da autoria do italiano Antonio Gibotta. Guerra da farinha, em Ibi, Alicante, Espanha
33 / 46

Segundo classificado na categoria Fotorreportagem Pessoas, da autoria do italiano Antonio Gibotta. Guerra da farinha, em Ibi, Alicante, Espanha

© Handout . / Reuters

Terceiro lugar em Fotorreportagem na categoria Pessoas, de Jay Clendenin, Estados Unidos. Atletas olímpicos norte-americanos
34 / 46

Terceiro lugar em Fotorreportagem na categoria Pessoas, de Jay Clendenin, Estados Unidos. Atletas olímpicos norte-americanos

© Handout . / Reuters

Primeiro lugar na categoria Desporto, de Tom Jenkins, Reino Unido. Momento em que a jockey Nina Carberry cai do cavalo durate uma corrida em Liverpool.
35 / 46

Primeiro lugar na categoria Desporto, de Tom Jenkins, Reino Unido. Momento em que a jockey Nina Carberry cai do cavalo durate uma corrida em Liverpool.

© Handout . / Reuters

Segundo lugar na categoria de Desporto, de Cameron Spencer, da Austrália. O tenista francês Gael Monfils, durante o Open da Austrália de 2016, em Melbourne
36 / 46

Segundo lugar na categoria de Desporto, de Cameron Spencer, da Austrália. O tenista francês Gael Monfils, durante o Open da Austrália de 2016, em Melbourne

© Handout . / Reuters

Terceiro lugar na categoria de Desporto, pela lente do alemão Kai Oliver Pfaffenbach. Quem não se lembra do sorriso de Usain Bolt, instantes antes de cortar, isolado, a meta na semifinal dos 100 metros, durante os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro?
37 / 46

Terceiro lugar na categoria de Desporto, pela lente do alemão Kai Oliver Pfaffenbach. Quem não se lembra do sorriso de Usain Bolt, instantes antes de cortar, isolado, a meta na semifinal dos 100 metros, durante os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro?

© Kai Pfaffenbach / Reuters

Primeiro lugar em Fotorreportargem de Desporto, do canadiano Giovanni Captriotti. Por dentro da primeira equipa gay de rugby de Toronto.
38 / 46

Primeiro lugar em Fotorreportargem de Desporto, do canadiano Giovanni Captriotti. Por dentro da primeira equipa gay de rugby de Toronto.

© Handout . / Reuters

Segundo lugar de Fotorreportagem de Desporto, por Michael Hanke, da República Checa. Torneios juvenis de xadrez em várias cidades checas.
39 / 46

Segundo lugar de Fotorreportagem de Desporto, por Michael Hanke, da República Checa. Torneios juvenis de xadrez em várias cidades checas.

© Handout . / Reuters

Terceiro lugar em Fotorreportagem em Desporto, por Darren Calabrese, do Canadá. Lidsay, de Halifax, Nova Escócia, nasceu sem pernas e braços, mas não há desporto que não pratique. Levanta pesos, pratica cross fit e até joga rugby.
40 / 46

Terceiro lugar em Fotorreportagem em Desporto, por Darren Calabrese, do Canadá. Lidsay, de Halifax, Nova Escócia, nasceu sem pernas e braços, mas não há desporto que não pratique. Levanta pesos, pratica cross fit e até joga rugby.

© Handout . / Reuters

Primeiro lugar na categoria de Notícias, do paquistanês Jamal Taraqai. Dezenas de advogados e jornalistas tenam ajudar os seus colegas após um atentado à bomba que os atingiu quando participavam no funeral de um conhecido advogado, em Quetta, no Paquistão, em agosto de 2016. Sete pessoas morreram.
41 / 46

Primeiro lugar na categoria de Notícias, do paquistanês Jamal Taraqai. Dezenas de advogados e jornalistas tenam ajudar os seus colegas após um atentado à bomba que os atingiu quando participavam no funeral de um conhecido advogado, em Quetta, no Paquistão, em agosto de 2016. Sete pessoas morreram.

© Handout . / Reuters

Segundo lugar na categorra de Notícias, por Abd Doumany, freelancer sírio. Meninas sírias são assistida após o alegado ataque aéreo das forças governamentais em Douma, a leste de Damasco.
42 / 46

Segundo lugar na categorra de Notícias, por Abd Doumany, freelancer sírio. Meninas sírias são assistida após o alegado ataque aéreo das forças governamentais em Douma, a leste de Damasco.

© Handout . / Reuters

Categoria Notícias, terceiro lugar. A Batalha de Mosul, por Felipe Dana, do Brasil
43 / 46

Categoria Notícias, terceiro lugar. A Batalha de Mosul, por Felipe Dana, do Brasil

© Handout . / Reuters

Primeiro lugar na categoria Fotorreportagem de Notícias. Assassinato do embaixador russo na turquia, da autoria do turco Burhan Ozbilici
44 / 46

Primeiro lugar na categoria Fotorreportagem de Notícias. Assassinato do embaixador russo na turquia, da autoria do turco Burhan Ozbilici

© Handout . / Reuters

Fotorreportagem Notícias, segundo classificado. O fotógrado Ameer Alhalbi captou as operações de salvamento de várias crianças em Alepo, na Síria
45 / 46

Fotorreportagem Notícias, segundo classificado. O fotógrado Ameer Alhalbi captou as operações de salvamento de várias crianças em Alepo, na Síria

© Handout . / Reuters

Terceiro classificado em Fotorreportagem de Notícias, por Mathieu Willcocks, do Reino Unido. Salvamento de centenas de migrantes (aproximandamente 540), maioritariamente da Eritreia, que tentavam atravessar o mediterrâneo numa traineira a abarrotar.
46 / 46

Terceiro classificado em Fotorreportagem de Notícias, por Mathieu Willcocks, do Reino Unido. Salvamento de centenas de migrantes (aproximandamente 540), maioritariamente da Eritreia, que tentavam atravessar o mediterrâneo numa traineira a abarrotar.

© Handout . / Reuters