Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Revelado o segredo do cabelo de Trump. E tem tudo a ver com a próstata

Mundo

© Carlo Allegri / Reuters

Foi o próprio médico do Presidente americano que revelou o segredo. E o maior problema pode estar nos efeitos secundários...

Harold Bornstein acompanha o estado clínico do atual inquilino da Casa Branca há 36 anos e revelou ao New York Times que o seu paciente toma um comprimido para a próstata que estimula o crescimento capilar.

Aos 70 anos, tornou-se o presidente mais velho à frente dos destinos americano e, há já algum tempo, que toma uma pequena dose deste comprimido – o Finasteride – responsável por baixar os níveis de um antigénio especifico da próstata (o PSA). Trata-se de um inibidor da 5-alfarredutase, ou seja, um antiandrogénio para tratar a hiperplasia, ou aumento, da próstata e conhecido por reduzir o padrão de calvície que os homens adquirem com a idade.

Isto acontece porque o comprimido impede a testosterona de se transformar numa hormona chamada DHT (dihydrotestosterone) que bloqueia a absorção de nutrientes necessários para os folículos capilares saudáveis.

O cabelo de Donald Trump já fez com que fosse várias vezes comparado à sua falecida mãe, Mary Trump, que tinha a mesma tendência para usar um penteado que puxava o cabelo todo para um só lado. Aprenda a fazer o penteado de Trump.

O comprimido é exclusivo para homens adultos e o próprio médico, que também tem um longo cabelo pelos ombros, também assume tomá-lo.

Harold Bornstein foi um das figuras que participou na campanha quando o atual presidente publicou uma carta que declarava que o, na época, candidato republicano seria o "individuo mais saudável alguma vez eleito para a presidência" e que tem níveis baixos de PSA (provavelmente explicados por estas tomas) ,ou seja, pouca probabilidade de vir a ter cancro da próstata.

De acordo com o drugs.com, os efeitos secundários mais comuns são: falta de interesse sexual, impotência, problemas em ter orgasmos ou ejaculações fora do normal.