Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Guterres tem duas palavras na hora da vitória: "Humildade e gratidão"

Mundo

  • 333

As primeiras palavras do futuro Secretário-Geral das Nações Unidas, no ministério dos Negócios Estrangeiros, em Lisboa. VEJA OS VÍDEOS

O futuro secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, afirmou hoje em Lisboa que sente "humildade e gratidão", depois de o Conselho de Segurança ter indicado o seu nome, por unanimidade e aclamação, para liderar a ONU.

O antigo primeiro-ministro português iniciou, com estas palavras, a sua primeira declaração após a decisão do Conselho de Segurança, falando no Ministério dos Negócios Estrangeiros, em Lisboa.

O Conselho de Segurança da ONU escolheu hoje por unanimidade e aclamação o antigo primeiro-ministro português António Guterres como secretário-geral da organização.

A escolha do Conselho de Segurança, o principal órgão decisório das Nações Unidas, deverá agora ser ratificada pela assembleia-geral da organização.

  • Toda a história de António Guterres, de Donas para o mundo

    Portugal

    Com a sexta vitória consecutiva nas votações para definir o futuro secretário-geral da ONU, António Guterres está praticamente sentado na cadeira mais importante entre as instituições internacionais. Como conseguiu o antigo primeiro-ministro construir a lenda do génio diplomático e o que fez ele para querer ser "o árbitro do mundo". Das leituras da Bíblia na igreja da aldeia, em Donas, aos corredores das Nações Unidas, em Nova Iorque

  • O português que anda a ajudar a tramar Guterres

    Mundo

    O nome mais forte para derrotar António Guterres na corrida a secretário-geral da ONU é Kristalina Georgieva. E é em português que se tem preparado o avanço da búlgara: Mário David, ex-secretário de Estado de Santana Lopes