Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Prince terá tido overdose dias antes da sua morte

Mundo

Craig Lassig / Reuters

As circunstâncias em torno da morte da estrela pop estão a ser investigadas depois de Prince ter sido encontrado já sem vida no elevador, segundo as informações avançadas pelo xerife

Enquanto não são claras as circunstâncias da morte do cantor, o site TMZ avança que Prince sofreu uma overdose, seis dias antes de morrer, e que terá sido esse o motivo de uma aterragem de emergência do seu avião particular, na passada sexta-feira, e do atendimento hospitalar que se seguiu e não uma gripe, como disseram, na altura, os seus representantes.

Fontes do site adiantam ainda que os médicos terão aconselhado Prince a permanecer no hospital durante 24 horas, o que Prince terá recusado depois de lhe sido negada a possibilidade de um quarto privativo.

Várias fontes do hospital de Moline, citadas pelas AFP, confirmam que a estrela terá recebido "uma injeção para anular os efeitos da overdose".

Em declarações aos jornalistas, na quinta-feira, o xerife Jim Olson limitou-se a informar que as autoridades receberam uma chamada às 9h43 e que encontraram Prince inanimado num elevador em Paisley Park, onde tinha casa e um estúdio.

As tentativas de reanimação resultaram infrutíferas e o cantor foi declarado morto às 10h07 de quinta-feira.

Olson adiantou ainda que a morte da estrela norte-americana, de 57 anos, está a ser investigada, mas não forneceu mais detalhes. Antes, no Twitter, o agente da polícia que anunciou a morte de Prince mencionou também a investigação às circunstâncias do óbito.

O músico e compositor norte-americano Prince tinha sido hospitalizado recentemente com uma gripe.