Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Porto, Benfica e Sporting gastaram 60 milhões em contratações

Futebol

  • 333

Os "três grandes" do futebol português gastaram em contratações para esta época um valor combinado de quase 60 milhões de euros. Em Espanha, só Gareth Bale custou ao Real Madrid perto de 100 milhões. CONFIRA AS CONTAS

Os "três grandes" do futebol português gastaram em contratações para esta época um valor combinado de quase 60 milhões de euros, com destaque para Markovic (Benfica) e Herrera (FC Porto).

O Benfica foi o clube português que até ao momento mais terá gastado em contratações: um valor estimado em cerca de 36 milhões de euros.

A contribuir largamente para este verba está o novo "ídolo" dos adeptos benfiquistas, o sérvio Lazar Markovic (19 anos, ex-Partizan de Belgrado), que terá custado cerca de 10 milhões de euros.

Também sérvio, mas proveniente dos holandeses do Heerenveen, o médio Filip Djuricic custou aos "encarnados" seis milhões de euros, o mesmo que 50 por cento do passe do extremo português Pizzi, envolvido num negócio com o Atlético Madrid e agora emprestado ao Espanyol.

O passe do internacional português veio para o Benfica e para Madrid foi o passe do guarda-redes espanhol Roberto, pelo mesmo valor.

O defesa argentino Lisandro López surge a seguir na lista dos mais caros deste ano no Benfica, com um montante de cinco milhões de euros pagos ao Arsenal Sarandí. O jogador acabou por ser emprestado aos espanhóis do Getafe sem jogar um minuto na primeira divisão portuguesa.

Já o médio sérvio Fejsa (Olympiakos) custou ao Benfica 4,5 milhões de euros, enquanto o argentino Fariña chegou do Racing Avellaneda por 3,5 milhões de euros, seguindo por empréstimo para o Baniyas (Dubai).

Num momento em que o mercado de contratações está fechado em Portugal (mas os clubes ainda podem vender para equipas de campeonatos como a Turquia, Ucrânia ou a Rússia), o Benfica terá realizado até ao momento 06 milhões na transferência de Roberto, 05 milhões na saída de Melgarejo para o Kuban Krasnodar e 2,5 milhões por Nolito (Celta de Vigo), num total de 13,5 milhões.

FC Porto com saldo positivo

O FC Porto terá investido nesta época cerca de 22 milhões de euros, em virtude das contratações do mexicano Herrera ao Pachuca (08 milhões por 80 por cento do passe), do colombiano Quintero (05 milhões ao Pescara por metade do passe) ou de Diego Reyes ao América por 07 milhões de euros.

Os jogadores Tiago Rodrigues e Ricardo foram contratados ao Vitória de Guimarães por verbas estimadas em 1 milhão de euros cada. Já Licá, Josué e Carlos Eduardo foram todos contratados ao Estoril por valores ainda não revelados. Na mesma situação está Ghilas, contratado ao Moreirense.

Já nas vendas, o FC Porto consegue com a saída de três jogadores mais do triplo do que terá gastado: 70 milhões na venda conjunta de João Moutinho e James Rodriguez ao Mónaco (25 ME mais 45 milhões respetivamente) e 04 milhões por Atsu (Chelsea).

Sporting aposta nas vendas

Em plena reestruturação financeira, o Sporting terá gasto este ano menos de dois milhões de euros. O clube "verde e branco" gastou 400 mil euros em Jefferson (uma das revelações do Estoril da época passada), 300 mil euros em Salim Cissé (ex-Académica) e meio milhão de euros no argelino Slimani (RC Belouizdad).

A grande sensação da equipa leonina deste ano, o avançado Fredy Montero, chegou por empréstimo dos Seattle Sounders (Estados Unidos), tal como Welder, do Palmeiras. Por saber está ainda o valor da contratação de Vítor ao Paços de Ferreira, confirmada mesmo em cima do fecho do mercado.

Nas vendas, o Sporting soma 10 milhões de euros pela transferência do holandês Van Wolfswinkel para os ingleses do Norwich, o mesmo valor que acaba de encaixar por Bruma, novo jogador do Galatasaray.

Ainda entre as vendas, figuram ainda os 7,5 milhões de euros que o Liverpool vai pagar por Tiago Ilori. No total quase 28 milhões de euros em vendas.

Mercado internacional louco

O Sports Business Group, da empresa de auditoria Deloitte, anunciou hoje que os clubes da primeira divisão inglesa de futebol gastaram 737 milhões de euros em contratações para 2013/2014, com destaque para as transferências de Mezut Ozil para o Arsenal (50 milhões de euros) e de Marouane Fellaini para o Manchester United (32 milhões de euros).

O mercado do futebol mundial fica marcado este ano pela transferência recorde de Gareth Bale do Tottenham para o Real Madrid, estimada em 100 milhões de euros, o que suplanta a contratação de Cristiano Ronaldo em 2009 ao Manchester United.