Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Paulo Bento espera melhorar a eficácia

Futebol

  • 333

O selecionador nacional foi claro: Contra a Dinamarca "joga o Hélder" Postiga. E acredita que a equipa de Portugal vai "repetir a boa exibição" do jogo contra a Alemanha, esperando, porém, "aumentar os níveis de eficácia"

O selecionador português de futebol disse hoje esperar que Portugal repita a "boa exibição" do jogo de sábado com a Alemanha e seja mais eficaz diante da Dinamarca, na quarta-feira, na segunda jornada do Grupo B do Euro2012.

"Esperamos repetir a boa exibição que fizemos e aumentar o nível de eficácia, porque vamos jogar contra uma equipa que tem na eficácia uma das suas principais armas", afirmou Paulo Bento, em conferência de imprensa.

Após a derrota com a Alemanha por 1-0, no último sábado, Paulo Bento referiu a necessidade de a equipa das "quinas" reeditar o triunfo conseguido no Estádio do Dragão, no Porto, por 3-1, no jogo que marcou a sua estreia como selecionador, na fase de qualificação para o Europeu, reconhecendo que "já passou muito tempo, as equipas estão outro momento e noutro contexto".

"Joga o Hélder"

"Os jogadores virem à conferência de  imprensa não quer dizer se jogam ou não, mas para evitarmos outras questões, amanhã, joga o Hélder Postiga", começou por dizer o técnico, em conferência  de imprensa. 

Desta forma, Paulo Bento dissipou as dúvidas sobre a utilização do avançado  dos espanhóis do Saragoça, que esteve também na antevisão do encontro organizada  pela UEFA, no estádio Arena de Lviv, na Ucrânia. 

Sem revelar o "onze" inicial, Paulo Bento garantiu que não fará "muitas  alterações, seguramente", e, desvalorizando a ausência de remates por parte  de Postiga no último encontro, elogiou o seu desempenho. 

"Não, preocupar-me-ia se só um ponta-de-lança tivesse feito um remate  e mais nenhum jogador o tivesse feito. Como fizemos vários remates e tivemos  várias oportunidades não me preocupa. Eu continuo a pensar que o ponta de  lança tem necessidade de fazer golos, mas não é a única forma de avaliar  um ponta de lança. Eu não avalio os pontas de lança só pelos golos que fazem",  afirmou o técnico. 

Paulo Bento recordou que Postiga foi "o segundo melhor marcador da fase  de qualificação, atrás do Cristiano Ronaldo", tal como ocorreu no Real Madrid, durante a última temporada. 

"O Benzema, que é ponta de lança, é o segundo melhor marcador do Real Madrid atrás do Cristiano Ronaldo também. Em termos estratégicos, o jogo  não é só fazer golos, só atacar, é defender, saber onde queremos pressionar,  como e onde o queremos fazer, e para isso é preciso ter na frente quem o  possa fazer, que o saiba fazer e o queira fazer. Todos o sabem fazer, a  verdade é que, nesse aspeto, aquele que está ao meu lado tem sido extraordinário  e, por isso, amanhã  1/8quarta-feira 3/8 vai continuar a jogar, sabendo que os  outros têm condições, capacidade e competência para o fazer", explicou.

O selecionador português sublinhou depositar idêntica confiança nos  três avançados e rejeitou que manter a aposta em Postiga seja arriscada.

"Para mim uma aposta de risco é jogar com 10 ou com nove, agora entrando  com 11 é uma aposta normal. Qualquer jogador que eu colocasse, em qualquer  posição que fosse, era porque me dava garantias de fazer o máximo pela seleção  nacional. Já lhes disse, e eles sabem praticamente desde o primeiro dia,  os três motivos pelos quais me podem dececionar e até agora não o fizeram",  referiu. 

Assegurando ter "igual confiança" em Hélder Postiga, Hugo Almeida ou  Nelson Oliveira, o selecionador luso justificou a escolha com a "estratégia  para o jogo" com a Dinamarca.  

A seleção portuguesa vai jogar com a Dinamarca na quarta-feira, às 17h00 (hora de Lisboa), num encontro que será arbitrado pelo escocês Craig  Thompson, antes de a Alemanha defrontar a Holanda, na cidade ucraniana de Kharkiv, às 19h45. 

Dinamarqueses e alemães, que saíram vitoriosos da primeira ronda, lideram o Grupo B com três pontos, à frente de Portugal e Holanda, que ainda não pontuaram.