Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Zon e Optimus confirmam início da operação de fusão

Economia

  • 333

A Sonaecom e a Kento/Jadeium, da empresária angolana Isabel dos Santos, anunciaram que chegaram a acordo para promover uma operação de fusão entre as duas empresas

A Sonaecom e Isabel dos Santos assumem que vão iniciar os contactos para uma fusão, via incorporação da Optimus na Zon, operação que ainda terá de ser aprovada pela Autoridade da Concorrência.

O comunicado oficial divulgado esta sexta-feira confirma que vai ser criado um "veículo" detido em 50% por Isabel dos Santos e em 50% pela Optimus mas que incorporará os 28,8% da empresária angolana na Zon e uma parte da Optimus, valor que ainda não está definido. A criação deste "veículo" permite que não seja lançada uma OPA.

O namoro entre as duas entidades começou em 2007. A Sonaecom não conseguiu adquirir a Portugal Telecom na sequência da oferta pública de aquisição que lançou em 2006. A operação falhou, mas a PT teve de abandonar o controlo da PT Multimédia (antecessora da Zon). A partir desta divisão é criado, numa segunda o Meo.

As receitas em telecomunicações das empresas Zon e Optimus, que vão negociar a fusão, ascendiam a 1,5 mil milhões de euros no ano passado, de acordo com dados disponíveis no relatório e contas das operadoras.

Isabel dos Santos é acionista de referência da Zon, com uma participação de 28,8%, o grupo Espírito Santo tem cerca de 13% do capital, o BPI tem 7,55% do capital, Joaquim Oliveira tem 4,84% do capital e Joe Berardo, que através da da Fundação Joe Berardo tem 5,63% da Zon. A Sonaecom controla 100% da Optimus.