Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Pensões diminuem em média 10% com nova fórmula de cálculo

Economia

  • 333

A alteração da fórmula de cálculo das pensões fará com que as prestações atribuídas pela Caixa Geral de Aposentações diminuam em média 10%. E poderá ter efeitos retroativos. VEJA O VÍDEO com as explicações do secretário de Estado Hélder Rosalino

Em declarações à SIC Notícias, na quarta-feira à noite,o secretário de Estado da Administração Pública, Hélder Rosalino, adianta que os 740 milhões que o Governo quer poupar na Caixa Geral de Aposentações "podem resultar de rever todo o sistema de cálculo das pensões, incluindo com retroactividade".

O responsável esclarece que "o objectivo do Governo é acelerar a convergência entre as regras da Caixa Geral de Aposentações e da Segurança Social".

A ideia do Governo é aplicar um corte de 10% na parcela da pensão que foi calculada só com base no último salário, ou seja, na totalidade da pensão, para os funcionários públicos que se tenham reformado até 2005.

"No período pós-2005 as regras que já estão a ser aplicadas na Caixa Geral de Aposentações para cálculo dessa parte da pensão já segue integralmente as regras da Segurança Social", esclarece Hélder Rosalino, admitindo a possibilidade de as novas regras se aplicarem com retroavidade.