Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Abono de família regressa para rendimentos acima de 8 mil euros

ESPECIAL Orçamento do Estado 2017

  • 333

PHILIPPE HUGUEN / GettyImages

Governo vai repor a atribuição do abono de família para o quarto escalão dos rendimentos. Medida abrange 130 mil crianças

O Governo vai repor a atribuição do abono de família para o quarto escalão de rendimentos, prevendo-se, ao que apurou a VISÃO, que beneficie cerca de 130 mil crianças.

Atualmente, esse quarto escalão é para rendimentos acima de 8 mil euros.

Pelas contas do Executivo, esta medida significará uma despesa de 30 milhões de euros para o Tesouro em 2017. E vem no quadro da valorização desta prestação social, através da qual o Governo espera promover o combate à pobreza infantil e promover a natalidade.

Será também alargada a atribuição do montante mais favorável de abono de família dos 12 para os 36 meses. Neste momento, até ao ano de idade, as crianças recebem 145,69 euros por mês no primeiro escalão de abono, 120,26 no segundo, 94,61 no terceiro. E sofrem depois um corte radical quando se completa os treze meses, passando, por exemplo, no terceiro escalão para os 27 euros.

O aumento será gradual, com o Governo, segundo apurou a VISÃO, a colocar como meta que em 2019 todas as crianças abrangidas recebam o mesmo nos três primeiros anos de vida.