Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Mexidas na TSU trazem mais recessão e desemprego acima dos 17 por cento

Economia

  • 333

O BNP Paribas prevê ainda que a recessão em 2013 atinja 2,2 por cento e que Portugal falhará as metas do défice

O BNP Paribas prevê que a recessão em 2013 atinja 2,2 por cento devido ao aumento das contribuições dos trabalhadores para a Segurança Social, que o desemprego continue a subir e que Portugal falhará as metas do défice.

No seu Global Outlook para o quarto trimestre, a que Agência Lusa teve acesso, o banco francês reviu as suas projeções para a economia portuguesa feitas há três meses, quando esperava que a economia portuguesa sofresse uma contração de 1,3 por cento do PIB.

"Devido a um aumento da taxa paga pelos trabalhadores em janeiro de 2013, esperamos agora que o PIB contraia 2,2 por cento no próximo ano, uma recessão mais profunda que a queda de 1,3 por cento que havíamos projetado há três meses", afirma o banco, numa nota escrita pelo economista Ricardo Santos.