Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

FMI avisa que austeridade pode tornar-se "socialmente insustentável"

Economia

  • 333

O Fundo Monetário Internacional (FMI) alerta que as medidas de austeridade que estão a ser adoptadas por alguns países da Zona Euro, como Portugal e Grécia, podem tornar-se social e politicamente insustentáveis

Num documento divulgado na quinta-feira à noite, o FMI, que já tinha reconhecido ter calculado mal o impacto das medidas de austeridade impostas aos países em dificuldades, vem agora alertar que, no caso português e grego, a aplicação dessas medidas pode tornar-se insustentável a nível social e político, uma vez que, sublinha "as reformas estruturais e orçamentais ainda vão levar anos a completar". 

Em vésperas de mais uma avaliação ao programa de assistência a Portugal, a sexta desde o pedido de ajuda externa, o Fundo Monetário Internacional alerta ainda que "as condições financeiras" no espaço da moeda única "continuam frágeis e os riscos de implementação estão presentes".

No documento, o FMI mostra-se também preocupado com o facto de Espanha e Itália ainda não terem solicitado o apoio dos novos instrumentos europeus de assistência, um procedimento "necessário" para que o BCE arranque efetivamente com o programa de compra de dívida pública lançado em setembro.