Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Dois maiores acionistas do Banif proibidos de levantar mais de 500 mil euros sem autorização das autoridades

Economia

  • 333

O Governo proíbe os acionistas do Banif que detenham uma participação superior a 2% de fazerem levantamentos superiores a 500 mil euros. Esta proibição afeta apenas os dois maiores acionistas do Banif - Rentipar e Auto-Industrial

O Governo proíbe os acionistas do Banif que detenham uma participação superior a 2% de fazerem levantamentos superiores a 500 mil euros, sem autorização prévia do Banco de Portugal (BdP), até pelo menos 30 de junho, data limite para o reforço de capital a realizar pelos privados.

"Qualquer forma de levantamento de depósitos por qualquer acionista do emitente (que não o Estado) ou sociedades filiais ou participadas de tais acionistas em montante superior a 500 mil euros, durante um período de 30 dias, carece de autorização prévia do Banco de Portugal", lê-se no despacho do Ministério das Finanças, publicado na quinta-feira em Diário da República.

Esta restrição aplicar-se-á até ao final de junho, limite para um aumento de capital direcionado a acionistas privados, de acordo com o plano de recapitalização do Banif negociado com as Finanças e com o Banco de Portugal, podendo vir a ser prolongada por indicação do Governo. Por se aplicar apenas aos acionistas com participação superior a 2%, esta restrição acaba pro se aplicar apenas aos dois maiores acionistas do Banif - Rentipar e Auto-Industrial.