Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Bruxelas vai avançar com taxa sobre transações financeiras

Economia

  • 333

A Comissão Europeia indicou esta terça-feira que vai avançar com o projeto de "cooperação reforçada" para a instauração de uma taxa sobre as transações financeiras, após ter recebido o apoio de 11 Estados-membros, entre os quais Portugal

No final de uma reunião dos ministros das Finanças da União Europeia (Ecofin), o comissário europeu responsável pela Fiscalidade, Algirdas Semeta, indicou que sete países já remeteram uma carta a Bruxelas a oficializar o seu interesse em participar (Alemanha, França, Áustria, Portugal, Bélgica, Eslovénia e Grécia), tendo hoje quatro outros países (Espanha, Itália, Eslováquia e Estónia) anunciado a sua vontade de integrar o projeto, superando-se assim a fasquia de nove países exigida para o projeto poder ser concretizado.

"Recebemos hoje um sinal claro e muito bem-vindo de que haverá Estados-membros suficientes a bordo para a taxa sobre as transações financeiras na UE", regozijou-se o comissário, precisando que recebeu garantias de que receberá as cartas formais de Madrid, Roma, Bratislava e Tallin "muito em breve".