Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Bruxelas já conhece medidas alternativas à TSU desde o final da semana passada

Economia

  • 333

Um porta-voz da Comissão Europeia veio explicar que as novas medidas foram acordadas no final da semana passada

O porta-voz dos Assuntos Económicos da Comissão Europeia indicou hoje que as medidas alternativas introduzidas no programa de ajustamento português para compensar o recuo na Taxa Social Única (TSU) foram acordadas com a 'troika' no final da semana passada.

Depois de o presidente da Comissão, Durão Barroso, ter anunciado hoje, em Lisboa, que o executivo comunitário já aprovou as medidas alternativas que o Governo apresentou, Simon O'Connor precisou à Lusa que "o memorando de entendimento que incorpora as novas medidas foi acordado no final da semana passada com a Comissão e as outras instituições da 'troika' (ad referendum)", necessitando ainda de aprovação formal.

O porta-voz do comissário Olli Rehn lembrou que a decisão sobre a aprovação formal da quinta revisão do memorando está prevista para a reunião que os ministros das Finanças da zona euro (Eurogrupo) e da UE (Ecofin) vão celebrar a 08 e 09 de outubro no Luxemburgo.