Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Alberto da Ponte confirma mais de 180 pedidos de rescisão na RTP

Economia

  • 333

O Presidente do Conselho de Administração da RTP não afasta, porém, a hipótese de ter de avançar para o despedimento coletivo

O Conselho de Administração (CA) da RTP reúne-se esta tarde para analisar o número de pedidos de rescisão amigável, que o presidente da empresa confirma estarem acima de 180, o que não permite afastar um despedimento coletivo.

Alberto da Ponte afirmou esta manhã à Antena 1 e RTP que é da passada quinta-feira, dia 11, o número de que dispõe relativamente aos trabalhadores que aderiram ao plano de rescisões amigáveis, cujo prazo de candidaturas terminou às 00h de sábado, dia 12. Nessa altura "ultrapassava já os 180 candidatos", disse o presidente do CA da RTP.

"Se o número se aproximar dos 200, nesta primeira fase, eu acho que é um bom indicador. Significa que [os trabalhadores] estão a aproveitar uma oportunidade única", afirmou o gestor, indicando que terá lugar esta tarde uma reunião do CA "para ver qual é o número".