Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

1 para 16... milhões. Esta é a probabilidade de um acidente fatal de avião

Economia

Aaron Foster

Tem medo de voar? Se acreditar nas últimas estatísticas perderá rapidamente qualquer receio. O ano que terminou foi o mais seguro de sempre

A probabilidade de ocorrência de um acidente fatal nos céus, segundo a consultora holandesa To70 é de 1 para 16 milhões.

Zero acidentes, zero mortes

2017 foi o ano mais seguro na aviação comercial de passageiros desde 
que há registos

Jatos e aviões de carga

Este recorde não é replicável nos aviões particulares. Segundo a (ASN), uma entidade privada de produção de estatísticas, registaram-se 10 acidentes fatais com jatos particulares ou aviões de carga, causando 44 mortos a bordo, entre passageiros e tripulantes, e outros 35 em terra

As exceções

De fora destas estatísticas ficaram os acidentes com aviões militares (como aquele que, em junho, matou 122 pessoas em Myanmar) e com aeronaves 
de dimensão mais reduzida 
(como a que aterrou no verão, 
em São João da Caparica, 
e provocou a morte de um 
adulto e de uma criança)

Mesmo a fechar o ano

O último acidente de um avião particular ocorreu no dia 30, quando um grupo de turistas americanos se despenhou num avião particular perto de uma estância balnear na Costa Rica. Morreram os 10 ocupantes 
e os 2 tripulantes

Trágico 2016

Ao contrário, o ano anterior tinha sido verdadeiramente dramático para as companhias de aviação. Dezasseis acidentes aéreos causaram 303 vítimas. Em novembro, 
71 pessoas morreram quando um avião com destino a Medellín, na Colômbia, caiu na região da Amazónia. A bordo, viajava a equipa brasileira 
de futebol do Chapecoense

1015

Mortes registadas em acidentes de viação em 2005, um dos piores anos de sempre, segundo a ASN

(Artigo publicado na VISÃO 1296 de 4 de janeiro)