Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Missão portuguesa acusa Carolina Borges de omissões, falsidades e contradições

Desporto

  • 333

A Missão Olímpica Portuguesa aos Jogos de Londres2012 acusou hoje a velejadora de RS:X Carolina Borges Mendelblatt de "omissões, falsidades e contradições", garantindo que nunca teve conhecimento da "hipotética gravidez que agora declara"

Num longo comunicado, a Missão esclarece que nunca houve "discursos dissonantes" dentro da delegação portuguesa sobre o "caso", explicita várias situações de "incumprimento" por parte da atleta, nega que haja qualquer atraso no pagamento da bolsa olímpica e imputa à velejadora, a quem foi cancelada a acreditação, toda a responsabilidade no atraso do seu pagamento.

A nota começa por esclarecer que "a Chefia de Missão não excluiu a atleta dos Jogos, dado que foi a própria que decidiu autoexcluir-se da prova", recordando o "telegráfico" "email" no qual Carolina Borges alegava "questões médicas e pessoais" para não competir no torneio olímpico de prancha à vela.