Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Nem meio segundo separou o ouro de Fernando Pimenta, vice-campeão do mundo de canoagem

Desporto

O português de Ponte de Lima conquistou hoje a medalha de prata em K1 1.000 metros nos Campeonatos do Mundo que decorrem em Racice, na República Checa.

Fernando Pimenta reagiu com um misto de sentimentos à medalha de prata conquistada, esta manhã, nos Mundiais de canoagem. É o melhor resultado de sempre para Portugal a nível individual, mas a vitória ficou a escassas 239 milésimas de segundo.

“É a alegria da medalha, de ser vice-campeão do Mundo. E a angústia de não ter conseguido ser campeão do Mundo. Mas estou de consciência tranquila. Tenho a certeza de que eu e o meu treinador fizemos o possível para um bom resultado”, comentou no final de uma prova ganha pelo alemão Tom Liebscher, em 3m37,754s.

Em Racice, na República Checa, o atual bicampeão europeu e vice-campeão olímpico em 2012, em Londres, em K2 1000 metros, ao lado de Emanuel Silva, melhorou a medalha de bronze que havia alcançado nos Mundiais anteriores, em 2015, terminando à frente do checo Jozef Dostal.

O canoísta de Ponte de Lima, de 28 anos, vai tentar nova medalha amanhã, no K1 5000 metros, distância que, ao contrário do K1 1000 metros, não faz parte do programa olímpico da canoagem, mas na qual o português tem provas dadas, devido à sua capacidade de resistência.