Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Nova diretora do Museu de Serralves foi hoje apresentada

Cultura

  • 333

Fotos: Lucília Monteiro

Suzanne Cotter chegou ao Porto no dia de ano novo. Esta manhã, a nova diretora do Museu de Serralves, no Porto, que sucede a João Fernandes - depois de este ter assumido o cargo de subdiretor do Museu Nacional Centro de Arte Rainha Sofia, em Madrid

Suzanne Cotter chegou ao Porto no dia de ano novo. Esta manhã, a nova diretora do Museu de Serralves, no Porto, que sucede a João Fernandes - depois de este ter assumido o cargo de subdiretor do Museu Nacional Centro de Arte Rainha Sofia, em Madrid - foi apresentada aos jornalistas.

Com nacionalidade australiana e britânica (nasceu em Melbourne, Austrália) a ex-curadora do projeto Guggenheim Abu Dhabi, em Nova Iorque, confessa estar "apaixonada" pela cidade que considera "culturalmente rica" e pelo Museu que se prepara para dirigir, considerando-o com uma "localização privilegiada e que torna possível pensar todos os espaços". "Todos os artistas com quem falei lá fora me diziam que Serralves era fantástico", lembrou. Este ano, Suzanne Cotter irá "assegurar" a programação já planeada pelo seu antecessor, João Fernandes, enquanto prepara a de 2014/2015. A nova diretora pretende "tornar mais visível a coleção do Museu" e dar sequência às atividades que têm vindo a ser realizadas desde a educação ao cinema.

Os cortes orçamentais de 30% de apoio do Estado, são encarados por esta responsável como "um desafio". "Todas as zonas do mundo estão a enfrentar mudanças". Suzanne Cotter é a primeira diretora, mulher, de Serralves e confessou, mesmo, estar "orgulhosa por ter merecido esta posição". Onde ficará, pelo menos, durante os próximos cinco anos.