Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Pode conhecer o mar da Costa de Caparica, mas nunca o viu assim

Cultura

Há 30 anos que Luís Quinta fotografa a natureza. Desta vez, dedicou-se ao "desafio de captar momentos únicos, efémeros, irrepetíveis". Sinfonia de Neptuno está em exposição em Lisboa, mas o fotógrafo desvenda aqui parte do processo criativo, num vídeo do making of

A Frente Atlântica de Almada foi a fonte de inspiração para o premiado fotógrafo Luís Quinta (com vários trabalhos publicados nas páginas da VISÃO), que expõe no Aquivo Municipal de Lisboa, até 21 de abril, o resultado de três anos de trabalho junto ao mar, a captar marés, tempestades e calmarias.

A captação das imagens da Sinfonia de Neptuno começou em janeiro de 2012 e terminou em finais de 2015, mas esta é apenas a primeira fase do projeto, estando já em curso novo trabalho de captação fotográfica.