Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Morreu Johnny Hallyday, o pai do rock & roll francês

Cultura

Steve Bonet/ Reuters

Johnny Hallyday, considerado o pai do rock & roll francês, morreu esta madrugada em Paris, aos 74 anos, vítima de cancro

O músico morreu na sua casa em Marnes-la-Coquette, a oeste de Paris, para onde foi transferido após ter deixado uma clínica da capital francesa onde esteve internado seis dias, segundo um comunicado divulgado pela mulher, Laeticia.

"Johnny Hallyday partiu. Escrevo estas palavras sem acreditar. (...) Ele deixou-nos esta noite como venceu tudo ao longo da sua vida, com coragem e dignidade", escreveu.

O Presidente francês, Emmanuel Macron já lamentou a morte do Hallyday, dizendo que todo o país está de luto e que "todos têm qualquer coisa" do icónico cantor de 'rock & roll'.

De Johnny Hallyday não esqueceremos nem o nome nem a voz (...) e especialmente as interpretações que, com o seu lirismo bruto e sensível, pertencem hoje inteiramente à história da música francesa. Ele trouxe uma parte da América para o nosso Panteão nacional", lê-se no comunicado divulgado pelo Eliseu.

com Lusa