Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Depois do “Sexo”, o “Divórcio”

Cultura

  • 333

© Eduardo Munoz / Reuters

Seguimos as suas amizades e paixões em O Sexo e a Cidade. Mais de dez anos depois, Sarah Jessica Parker regressa ao pequeno ecrã como Frances, às voltas com uma crise no casamento

Casada há quase 20 anos, Sarah Jessica Parker diz que se apaixonou pelo guião de Divórcio à primeira leitura. “Frances é completamente diferente de Carrie e de tudo o mais que já fiz.”

Adeus, Carrie?

A série que a tornou famosa acabou em 2004, mas o mundo parece não conseguir esquecer Carrie nem as amigas Samantha, Charlotte e Miranda, com quem protagonizava a famosa série da HBO. A prova disso é a quantidade de vezes que surgem rumores de um regresso. Agora que se fala (também) da estreia de Divórcio, eis que Sarah Jessica Parker, a protagonista da trama ao lado de Kim Cattrall, Kristin Davies e Cynthia Nixon, assumiu novamente que não se importaria nada de voltar a ser Carrie. “Acho que nenhuma de nós disse ‘não’ a um regresso.” Ao longo dos anos, a imprensa americana foi especulando sobre guerras nos bastidores entre as atrizes; elas sempre desmentiram as alegações.

Olá, Frances!

“As pessoas comuns são as mais interessantes”, defende agora Sarah Jessica Parker – e isso faz todo o sentido, já que são essas que ganham protagonismo em Divórcio, a nova série da HBO. Como o nome deixa antever, a trama acompanha o casal durante um tumultuoso processo de separação – e Frances, a sua personagem, é uma espécie de oposto de Carrie: uma empresária fria e calculista, que cede à monotonia e falta de romantismo no seu casamento mas acaba por descobrir que pôr um ponto final e recomeçar é muito mais difícil do que parece. Divórcio teve estreia mundial marcada para dia 10. Em Portugal, passará na TV Séries.

Ídolo de Kardashian

A rainha dos reality shows convidou a eterna protagonista de O Sexo e a Cidade para os bastidores de um concerto de Kanye West, marido da mais famosa irmã do clã Kardashian, e a atriz, cujo filho é um fã do rapper, aceitou sem hesitar. “És o meu ídolo, és a pessoa mais incrível do planeta”, disse-lhe Kim.

E os sapatos?

Bom, não desesperem, fãs da eterna Carrie Bradshaw. Depois do perfume unissexo Stash, e desse básico de qualquer armário feminino que é o pequeno vestido preto, eis que Sarah Jessica Parker decide lançar uma coleção de sapatos. Numa linha que parece desenhada pela própria Carrie, estes modelos acabados de chegar ao mercado encontram-se na Amazon a partir de 250 euros. Na maioria stilletos, a lembrar os famosos Manolos de Carrie.

Para lá da TV

Começou a fazer filmes nos anos 1980, mas pouca gente se lembrará dela, por exemplo, em Footloose, ou, já nos 1990, como namorada de Ed Wood – e o certo é que o reconhecimento só chegou com Carrie, que lhe deu a ganhar um Emmy e quatro Globos de Ouro, entre 2000 e 2004. Agora, diga-se que Sarah tem vida para lá de O Sexo e a Cidade: a atriz é membro do Comité de Hollywood Mulheres e Política e também Embaixadora da Boa Vontade da Unicef para os Estados Unidos. Casada com Matthew Broderick desde 1997 (depois de um romance atribulado de vários anos com Robert Downey Jr.), tem três filhos do ator.

(Artigo publicado na VISÃO 1231, de 6 de outubro)