VISÃO Motores - 45 anos da AMG

A AMG foi fundada em 1967 por Hans Werner Aufrecht e Erhard Melcher, sempre conseguiu sucesso nos desportos motorizados. A antiga empresa de dois homens emprega atualmente uma força de trabalho superior a 1.000 pessoas na sua fábrica em Affalterbach e, ao longo dos últimos 45 anos, tornou-se numa subsidiária detida totalmente pela Daimler AG.

Com as suas raízes nos desportos motorizados, a marca de performance AMG sente-se em casa nos circuitos afirmando-se como a marca mais bem-sucedida na história da DTM. Em termos de Fórmula 1 , a AMG tem sido um parceiro oficial há 17 anos. Desde o início de 2012, a equipa de Fórmula 1 - Mercedes AMG Petronas - com Nico Rosberg e Michael Schumacher.

VISÃO Motores - 45 anos da AMG

A 45 AMG com estreia mundial agendada para 2013

Pela primeira vez nos 45 anos de história da empresa, a AMG prepara um veículo de alto desempenho na classe compacta. O A 45 AMG representa a  estratégia intitulada "AMG Performance 50", que se prolonga até ao 50º aniversário da Mercedes-AMG.  O motor turbo de quatro cilindros e 2,0 litros, desenvolvido especialmente para o A 45 AMG, promete espantar o mundo automóvel. Na base está um desportivo com um binário máximo acima de 400 Newton Metros e níveis reduzidos de consumo. 

Mais modelos futuros da AMG com tração integral

A tração integral também desempenhará um papel cada vez mais importante no futuro da Mercedes-AMG - sendo disponibilizada não só para SUVs e veículos todo-o-terreno, como também para outros veículos de alto desempenho do "laboratório desportivo" da Mercedes. A Mercedes-AMG tem atualmente quatro modelos de tração integral na sua gama: o ML 63 AMG, o G 63 AMG, o G 65 AMG e o GL 63 AMG. O novo A 45 AMG será lançado em 2013 com um sistema de tração integral.

Um exemplo adicional do fabrico adotado do mundo dos desportos motorizados é a construção leve - menos peso significa melhor desempenho e menor consumo de combustível. Através da sua experiência com o SLR, com os veículos Black Series da AMG e com os desportos motorizados, a Mercedes e a AMG acumularam mais de 10 anos de experiência de utilização de materiais em fibra de carbono.

A AMG fabrica atualmente o eixo motor do SLS AMG, por exemplo, em fibra de carbono. No SLS Roadster, a estrutura de suporte do sistema de paragem é feita com uma estrutura do tipo sanduiche em fibra de carbono. Este componente, com ciclos extremamente curtos num processo de fabrico orientado industrialmente, demonstra já o que será possível no futuro. A fibra de carbono é utilizada também no SLS AMG E-CELL: o monocasco em fibra de carbono para a bateria faz parte integral do escudo da carroçaria e está ligado à estrutura de alumínio. Nos casos do SL 63 AMG e do SL 65 AMG, o suporte interno do capot é feito pela primeira vez num material composto de fibra de carbono leve. Os componentes em fibra de carbono altamente resistentes constituem uma parte integral da carroçaria e ajudam a reduzir o peso do veículo em mais de 7 kg, comparando com um painel traseiro normal em folha de aço.

VISÃO Motores - 45 anos da AMG

Site da Autosport - Mais informação sobre o Campeonato do Mundo de F-1

Site da Volante - As últimas notícias do Mundo Automóvel